Lápis Zen +

Ficha Técnica

Atualizada em 14/01/2014
71 páginas


Atualização
Mais recente

14/01/2014


DR. SEUSS: Quem dá bola não importa.
Pág. 1

Sinopse

Lápis Zen – Zen Pencils no original – é um site dedicado a adaptar citações de pessoas famosas para histórias em quadrinhos. Foi lançado em fevereiro de 2012 quando o autor – designer gráfico há oito anos – largou o emprego para se dedicar às suas paixões: ilustração e cartum. As biografias de celebridades que lia na Wikipédia acabaram por inspirá-lo a largar o emprego e ir em busca do que queria fazer de verdade. As citações, a aptidão para o desenho e a vontade de compartilhar suas paixões com os outros levaram-no a criar o site que agora é mundialmente reconhecido e que nos próximos meses ganhará versão impressa.


Histórias desta série

Navegação rápida:



Galeria detalhada de histórias

Esta série já possui 71 histórias. As histórias abaixo são exibidas por ordem de lançamento decrescente, da mais recente para a mais antiga. Para ler, basta clicar na miniatura.

Os Dois Lobos
12 de dezembro de 2013

RANDY PAUSCH: Muros
28 de outubro de 2013

SAMUEL BECKETT: Tente. Fracasse.
25 de outubro de 2013

HOWARD THURMAN: Pergunte-se
21 de outubro de 2013

PROVÉRBIO ZEN: O mestre
16 de outubro de 2013

RICHARD DAWKINS: Pessoas de sorte
14 de outubro de 2013

  • L.P. JACKS: Trabalhar e brincar
  • MARK TWAIN: A jornada instrutiva
  • CHRISTOPHER LOGUE: Venham até a beirada
  • OSWALD CHAMBERS: Montanhas e vales
  • CHRISTOPHER McCANDLESS: O mundo selvagem
  • TAYLOR MALI: Quanto Ganha o Professor
  • MUHAMMAD ALI: Eu sei da verdade
  • J.K. ROWLING: Os benefícios do fracasso
  • MUHAMMAD ALI: A lenda de Cassius Clay
  • WALT WHITMAN: Ó eu! Ó Vida!
  • RUDYARD KIPLING: Se
  • BUDA: Menos é mais
  • BILL WATTERSON: Conselho de um cartunista
  • JESSE OWENS: A batalha inevitável
  • MARIANNE WILLIAMSON: Nosso medo mais profundo
  • ROBERT H. GODDARD: O homem foguete
  • CARL SAGAN: Livros são sensacionais
  • A ousadia
  • DOUGLAS ADAMS: Um bom tempo para se estar vivo
  • SHEL SILVERSTEIN: Os Que Iriam-Fariam-Conseguiriam
  • Viver bem é a melhor vingança
  • HENRY ROLLINS: Quem é o mais louco?
  • RAY BRADBURY: Salte!
  • ROBERT FULGHUM: Inconveniente ou problema?
  • PHIL PLAIT: Bem-vindo à ciência
  • KURT VONNEGUT: A vida da arte
  • MUHAMMAD ALI: O verdadeiro campeão
  • HUNTER S. THOMPSON: O mais feliz
  • CALVIN COOLIDGE: Nunca desista
  • PHILIPPE PETIT: O impossível é possível
  • LAO TSÉ: Alimentar os sonhos
  • HUNTER S. THOMPSON: Compre a passagem
  • BILL HICKS: Uma matéria pró-LSD
  • PLATÃO: Sobre a música
  • ROBERT FROST: O cérebro é um órgão magnífico
  • FRANK HERBERT: Litania contra o medo
  • ALBERT EINSTEIN: Todo indivíduo é um gênio
  • RALPH WALDO EMERSON: Enquanto todos choram
  • BRUCE LEE: Não existem limites
  • BRUCE LEE: Absorva o que é útil
  • EDGAR MITCHELL: Consciência global
  • RAINER MARIA RILKE: Carta a um jovem poeta
  • DEAN KARNAZES: Nossa vida não exige esforço
  • KURT VONNEGUT: Tire um tempo
  • GEORGE CARLIN: Sobre a tecnologia
  • SOPHIE SCHOLL: Arde por dentro
  • GEORGE CARLIN: Sobre o assassinato político
  • NEIL deGRASSE TYSON: A coisa que mais me espanta
  • STEVE JOBS: Seu tempo é curto
  • DALAI LAMA responde a uma questão
  • CARL SAGAN: Aproveite em vida tudo que puder
  • GEORGE PATTON: Todo homem deve conhecer seu destino
  • WILLIAM ERNEST HENLEY: Invictus
  • MARK TWAIN: Sem arrependimentos
  • THEODORE ROOSEVELT: O homem na arena
  • BENJAMIN FRANKLIN: Não caia em armadilhas!
  • CONFÚCIO: Quem encontra o emprego que ama
  • ROBERT FROST: O funcionário dedicado
  • MONGE SHAOLIN: Sempre a postos

  • Zen Pencils © Gavin Aung Than 2013. All Zen Pencils artwork © Gavin Aung Than 2013. All quotes © their respective owners.


    DEIXE UM COMENTÁRIO

    			

    Todos os comentários são lidos, respondidos (se for o caso) e aprovados antes de serem publicados. A aprovação pode demorar desde algumas horas até alguns dias. Tenha um pouquinho de paciência e seu comentário aparecerá no site. Muito obrigado!
    Voltar ao topo