Menu +


Origem

Anrath, também conhecido como Cão Negro de Clontarf, surgiu no ano de 2009 após a leitura do Ciclo Celta de Robert E. Howard (The Grey God Passes e The Dark Man, entre outras) e do conto O Espelho e a Máscara, de Jorge Luis Borges.

A história e o folclore da Irlanda me fascinavam há muito tempo. Então resolvi criar o meu próprio herói guerreiro da Erin medieval. O ponto de partida foi a notória Batalha de Clontarf, ocorrida no ano de 1014. Um lendário combate entre vikings e gaélicos pela supremacia da Irlanda. No entanto, Anrath não estava ao lado dos vitoriosos irlandeses comandados por Brian Boru. Raptado ainda criança por saqueadores nórdicos, ele lutou em Clontarf ao lado dos vikings, tornando-se um homem odiado e temido.

Após romper com o bando da qual fazia parte, Anrath percorre a Irlanda como mercenário, sempre perseguido pelo passado.

Contos do Cão Negro é uma aventura recheada de fantasia bem ao estilo de Howard. Mas, mais do que isso, ela foca os conflitos de um homem preso a uma vida de violência, da qual não consegue escapar. O protagonista, Anrath, tem um pouco dos samurais de Akira Kurosawa: solitário e melancólico, ele nem sempre está do lado dos vencedores. Um herói mais humano do que o habitual na Fantasia.

 

Cesar Alcázar



Contos do Cão Negro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Todos os comentários são lidos, respondidos (se for o caso) e aprovados antes de serem publicados. A aprovação pode demorar desde algumas horas até alguns dias. Tenha um pouquinho de paciência e seu comentário aparecerá no site. Muito obrigado!
Voltar ao topo