Lápis Zen

ALBERT EINSTEIN: Todo indivíduo é um gênio
Pág. 1 de 1


Como são seus sonhos despertos, enquanto finge que está trabalhando? O que vai beber na sexta-feira? O que vai comprar no eBay? Enquanto trabalhava num escritório de registro de patentes, Albert Einstein (1879-1955) sonhava em viajar num raio de luz. Em 1905, quando ainda cumpria dois turnos no escritório, ele publicou um artigo sobre a relatividade que mudou completamente a forma como vemos o universo. Tinha 26 anos. Ele não fez nenhum experimento para deduzir essas coisas – simplesmente tirou o negócio da cartola! Do nada! Einstein foi um dos grandes pensadores da história, mas nem ele sabia de tudo. Passou grande parte do fim da vida tentando achar uma teoria do campo unificado, para reconciliar a relatividade geral com a mecânica quântica – sem ter sucesso. Só pra ver como até os mais inteligentes às vezes ficam em um beco sem saída. Independente disso, ele ainda foi considerado a Pessoa do Século pela revista Time, e com toda razão.


Navegação rápida

ALBERT EINSTEIN: Todo indivíduo é um gênio

Lápis Zen
ALBERT EINSTEIN: Todo indivíduo é um gênio — Página 1

Cadastrada em:
07/07/2013

Roteiro e Arte:
Gavin Aung Than

Tradução:
Érico Assis

Letras:
Rodolfo Muraguchi

Revisão:
Fabiano Denardin



Gostou do que leu? Quer falar sobre alguma coisa desta página? Encontrou algum erro?

DEIXE UM COMENTÁRIO

			

Todos os comentários são lidos, respondidos (se for o caso) e aprovados antes de serem publicados. A aprovação pode demorar desde algumas horas até alguns dias. Tenha um pouquinho de paciência e seu comentário aparecerá no site. Muito obrigado!
Voltar ao topo