Lápis Zen

GEORGE CARLIN: Sobre o assassinato político
Pág. 1 de 1


Durante os anos sessenta, Carlin fazia sucesso como comediante bem tradicional. Ele vestia terno e gravata finíssimos, tinha cabelo curto lambido para trás, e aparecia com frequência na televisão para fazer comédia sem sal, pra família (por exemplo). Contudo, no final dos anos 60 e início dos 70 ele ficou cada vez mais atento ao surgimento de dois públicos distintos. Tinha a geração de quarentões para quem ele se apresentava e tinha os vintões, o movimento da contracultura que estava forçando mudanças e desafiando o status quo. Aos 30, Carlin estava exatamente no meio e resolveu tomar o lado da geração mais jovem, pois estava cada vez mais frustrado com as merdas e com a violência que se aceitava no país. Foi a época de Nixon, da Guerra do Vietnã e do Movimento pelos Direitos Civis. Assim, com o passar dos anos, Carlin largou o terno e a gravata, deixou a barba e o cabelo crescerem e começou a apresentar seu material mais controverso e anti-sistema (seu número mais famoso, Seven Words You Can Never Say on Television é um exemplo [bem explícito]). Ele poderia ter seguido fazendo o que já fazia e ter uma carreira de muito sucesso e muita grana, mas optou por um caminho novo e arriscado que era fiel a si. Decidiu que não ia se vender, e assim virou herói do movimento da contracultura… e ainda teve carreira de sucesso e grana!

- A citação acima saiu do especial de Carlin na HBO chamado Life is Worth Losing, que você pode assistir aqui.
- Sim, eu sei que Lee Harvey Oswald atirou do prédio do depósito de livros que ficava ATRÁS da carreata, quanto Kennedy levou o tiro. Ou seja, não teria essa visão frontal na mira que aparece no quadro sete. É licença artística, tá bom?
- Sou meio teórico da conspiração quanto ao assassinato do JFK, principalmente depois de ler o policial brilhante de James Ellroy chamado Tabloide Americano. (E esta cena do Seinfeld também convence muito.)
- Para os interessados: JC, GANDHI, LINCOLN, JFK, RFK, MLK, EVERS (admito que esse eu não conhecia), MALCOLM X, LENNON.
- Você pode comprar todos os álbuns e DVDs do George Carlin na sua loja online oficial.


Navegação rápida

GEORGE CARLIN: Sobre o assassinato político

Lápis Zen
GEORGE CARLIN: Sobre o assassinato político — Página 1

Cadastrada em:
16/06/2013

Roteiro e Arte:
Gavin Aung Than

Tradução:
Érico Assis

Letras:
Rodolfo Muraguchi

Revisão:
Fabiano Denardin



Gostou do que leu? Quer falar sobre alguma coisa desta página? Encontrou algum erro?

DEIXE UM COMENTÁRIO

			

Todos os comentários são lidos, respondidos (se for o caso) e aprovados antes de serem publicados. A aprovação pode demorar desde algumas horas até alguns dias. Tenha um pouquinho de paciência e seu comentário aparecerá no site. Muito obrigado!
Voltar ao topo