Lápis Zen

MARK TWAIN: A jornada instrutiva
Pág. 1 de 1


Minha primeira HQ com Mark Twain ainda é das minhas prediletas e nem acredito que levei tanto tempo para fazer outra citação dele. Similar à primeira HQ, esta trata de viajar e acredito muito no que diz. Você não acha que a ideia por trás dessa HQ daria um bom experimento sociológico? Melhor ainda, um reality show! Achar o racista mais ignorante e cabeça fechada que existe e mandá-lo dar uma volta ao mundo. Aí ele tem que ver cada cultura, conhecer cada raça, cada pessoa, passar um tempo com famílias diferentes, comer, beber e dançar com elas – deixar ele experimentar a hospitalidade, a pobreza e a guerra do mundo. É certo que ao fim da jornada ele teria uma postura muito diferente. Será que eu sou ingênuo? Qual é, certo que a Expedia, a Kathmandu ou a Qantas podiam patrocinar. Alguém me ajuda a propor pra Travel Network??

- Existe um programa de TV australiano chamado Go Back To Where You Came From [Volte para o Lugar de Onde Veio] que trata de uma questão similar, pois manda celebridades ou ricaços aussies para viver em campos de refugiados (o que mais se fala na Austrália hoje são dos asilados ou ‘embarcados’). A segunda temporada começa em breve e dá para assistir a primeira no site.


Navegação rápida

MARK TWAIN: A jornada instrutiva

Lápis Zen
MARK TWAIN: A jornada instrutiva — Página 1

Cadastrada em:
02/10/2013

Tradução:
Érico Assis

Letras:
Rodolfo Muraguchi

Revisão:
Fabiano Denardin



Gostou do que leu? Quer falar sobre alguma coisa desta página? Encontrou algum erro?

DEIXE UM COMENTÁRIO

			

Todos os comentários são lidos, respondidos (se for o caso) e aprovados antes de serem publicados. A aprovação pode demorar desde algumas horas até alguns dias. Tenha um pouquinho de paciência e seu comentário aparecerá no site. Muito obrigado!
Voltar ao topo