Lápis Zen

ROBERT FROST: O cérebro é um órgão magnífico
Pág. 1 de 1


Esta é a segunda citação de Robert Frost que faço (a primeira foi esta). Ele parecia ser muito bom em condensar a banalidade da vida de escritório em citações curtinhas e engraçadas. Olha só, não quero esnobar nem ser condescendente com quem trabalha em escritório, então, por favor, não se ofendam com a temática ‘o terror da vida proletária’ em alguns dos meus gibis. É uma coisa pessoal e que eu preciso botar pra fora – o último quadro é exatamente como eu estava depois de quase 8 anos trabalhando num escritório. Eu tinha um emprego bom, ganhava uma grana boa e não tinha motivo para reclamar (ainda mais do jeito que anda a economia) – mas também sabia que não estava me estimulando nem mentalmente nem criativamente. No último ano, principalmente, notei que tinha ficado mais irritável e resmungão (o cara que aqui na Austrália chamam de “sad-sack”). Por fim, com meu aniversário de 30 anos chegando, decidi que tinha que mudar e pedi demissão. Isso faz poucos meses, por isso as lembranças do emprego ainda estão fresquinhas e esses gibis servem um pouco de catarse. Não se preocupe, eu posto uma citações mais positivas e pra cima no fim de semana!


Navegação rápida

ROBERT FROST: O cérebro é um órgão magnífico

Lápis Zen
ROBERT FROST: O cérebro é um órgão magnífico — Página 1

Cadastrada em:
07/07/2013

Roteiro e Arte:
Gavin Aung Than

Tradução:
Érico Assis

Letras:
Rodolfo Muraguchi

Revisão:
Fabiano Denardin



Gostou do que leu? Quer falar sobre alguma coisa desta página? Encontrou algum erro?

DEIXE UM COMENTÁRIO

			

Todos os comentários são lidos, respondidos (se for o caso) e aprovados antes de serem publicados. A aprovação pode demorar desde algumas horas até alguns dias. Tenha um pouquinho de paciência e seu comentário aparecerá no site. Muito obrigado!
Voltar ao topo